João Moura: "Um prodígio português" - Cumpre hoje 40 anos de Alternativa

João António Romão de Moura tinha pouco mais de sete anos quando começou a tourear.

Em 1967, o menino prodígio deu nas vistas na praça de toiros de Portalegre, quando apareceu pela primeira vez em público durante os festejos da cidade, demonstrando uma intuição invulgar e uma forma de toureio que logo chamou a atenção.

A 24 de Setembro de 1970, debutou na Monumental do Campo Pequeno, partilhando cartel com os mais destacados cavaleiros de então: João Branco Núncio, José Mestre Batista, Manuel Conde e Luís Miguel da Veiga.

Em 1977, o ‘niño’ Moura era aos 17 anos, o cavaleiro mais solicitado e premiado da Península Ibérica. E a 11 de Junho de 1978, na Monumental Celestino Graça, recebeu então a alternativa de cavaleiro tauromáquico, sendo seu padrinho o saudoso Mestre David Ribeiro Telles.

Em 1981 realiza a sua primeira digressão à América Latina, estreando-se no México e na Colômbia.

Abriu por nove vezes a Porta Grande da Monumental de Las Ventas, em Madrid", o que levou o antigo Presidente da República Mário Soares a agraciá-lo como Comendador da Ordem Civil do Mérito Agrícola, Industrial e Comercial (1991).

Desde então já fez mais de quatro mil corridas.

João Moura cumpre hoje 40 anos de alternativa!



A ALTERNATIVA A 11/06/1978 EM SANTARÉM


A ACTUAÇÃO EM MADRID COM 17 ANOS

O "niño" Moura: recorte da revista Flama, n.º 1273, 28 /07/1972, tinha então João Moura 12 anos de idade

Fotografias: DR
Partilhar no Google Plus

Sobre NATURALES

NATURALES, CORREIO DA TAUROMAQUIA IBÉRICA é um site independente de informação, análise, divulgação e crítica. Existe desde 25 de Julho de 2001, o que faz do NATURALES actualmente, a mais antiga publicação de toiros portuguesa na Internet.
    Blogger Comentários
    Facebook Comentários