Faleceu o campino Borda d'Água - uma verdadeira Figura do Ribatejo


Morreu ontem aos 93 anos, Manuel Borda d’Água, uma Figura única e Genuína do mundo da campinagem.

Viveu mais de duas décadas isolado na lezíria, em Mouchão da Cabra, um punhado de terra da Casa de Norberto Pedroso que em tempos fez parte de uma grande herdade. Longe de tudo e de todos, viveu sempre por perto dos seus animais e da lezíria que sempre amou. Terminou a sua caminhada no Lar da Misericórda de Alverca onde foi muito bem tratado.

Nascido e criado nos Casais de Baixo, na Azambuja, Manuel era filho de pais agricultores mas ainda muito novo preferiu trabalhar com os toiros bravos e começou por guardar gado. Na maior parte da sua vida foi maioral de vacas e de toiros em muitas casas com tradição taurina. 

Mestre Borda d'Água foi hoje a sepultar no Cemitério de Samora.

Que descanse em Paz.



Fotografia: Jorge Paula/CM
Com tecnologia do Blogger.