'Pasmoso' de Garcigrande indultado em Valência


A última corrida das Fallas 2017 em Valência fica marcada por um indulto, pedido em totalidade pela praça Valenciana, ainda que várias análises possam surgir em contrário. 

'Pasmoso' de Garcigrande, colorado ojo de perdiz, com 533Kg, foi um toiro pronto, com fijeza e transmissão, a espaços humilhou com qualidade, mas as vezes que levou a cara a meia altura foram notórias. 
A pelea em varas foi justa, e ainda que tenha cumprindo positivamente neste tércio, não creio, em opinião pessoal, que o indulto tenha sido merecedor. Contudo, a vitalidade e grandeza da Festa também requerem momentos desta índole, e a concessão de um indulto não terá mais que ver do que com diferentes opiniões, sensibilidades e características buscadas para outorgar um prémio desta dimensão a um toiro. 
O indulto deve ser algo único e excepcional, e quando se tende a banalizá-lo a sua dimensão acaba por tornar-se parca e íngrata para os realmente bravos. Convenha-se que sentir o momento e atestá-lo ao vivo dará outro sentido de análise, que já se conjugará com as emoções do momento. 
Ainda que esta Feira de Fallas não tenha atestado isso, Valência ainda é uma Praça de Primeira. 

Com as bancadas praticamente cheias, viveu-se uma tarde interessante e com ambiente na Praça da Calle Xátiva. 
El Juli cortou três orelhas; Alejandro Talavante, com o lote com menos possibilidade, escutou ovação; López Simón cortou as duas orelhas simbólicas a 'Pasmoso' num labor com falta de ajuste e ligação, com as notas de transmissão e emoção a serem de exclusivo mérito do toiro.

Pedro Guerreiro
Partilhar no Google Plus

Sobre NATURALES

NATURALES, CORREIO DA TAUROMAQUIA IBÉRICA é um site independente de informação, análise, divulgação e crítica. Existe desde 25 de Julho de 2001, o que faz do NATURALES actualmente, a mais antiga publicação de toiros portuguesa na Internet.
    Blogger Comentários
    Facebook Comentários