Opinião: Como éramos tão felizes e não o valorizávamos!

Quando não havia Covid passavam estas coisas tão formosas como a que recolhe o vídeo. Impressionante a praça de touros francesa das Arenas de Dax, no dia final das festas daquela cidade, com 9 bandas de música atuando conjuntamente e interpretando "Paquito o Chocolatero" ante um abarrote de espectadores encantados nas arquibancadas como bem se observa.

Quando não havia Covid passavam estas coisas. As pessoas se uniam, se divertiam, celebravam, sublinhavam costumes e tradições. Quando não havia Covid havia outra felicidade, e não a atualmente tão escassa na cidadania. As imagens são da França, no verão de 2019... parece longe, mas é muito perto, muito perto para que não nos lembremos disso.

Quando não havia Covid passavam estas coisas... praças cheias, festas com multidões, vontades de viver, de celebrar, de sentir, de mostrar-se próximo. De repente veio da China o que veio e aquele mundo, aquela maneira de entender a Vida, acabou. A questão agora é... quando poderemos voltar a ver imagens idênticas, como as que este vídeo recorda-nos.

Como éramos tão felizes e não o valorizávamos!


Eugénio Eiroa

Crítico Taurino e Jornalista espanhol