Petição contra demolição da Praça de Toiros da Póvoa de Varzim



Decorre uma Petição Pública a ser remetida a Ferro Rodrigues, Presidente da Assembleia da República, e na qual se é contra a demolição da Praça de Toiros da Póvoa de Varzim.



CONTRA A DEMOLIÇÃO DA MONUMENTAL PRAÇA DE TOUROS DA PÓVOA DE VARZIM

1. OS POVEIROS NÃO FORAM OUVIDOS

A Monumental Praça de Touros da Póvoa de Varzim, inaugurada em 1949, é um monumento icónico da Póvoa de Varzim, reconhecido em todo o país e além fronteiras, classificado com a Categoria E2 (tal como o Casino, o Grande Hotel, algumas Igrejas e outros monumentos relevantes do concelho). Faz parte da memória colectiva dos poveiros e de quem visita a cidade.

Sem qualquer referência nos programas eleitorais (Eleições Autárquicas de 2013 e 2017), sobre as intenções de demolir a Monumental Praça de Touros da Póvoa de Varzim, o Presidente da Câmara Municipal da Póvoa de Varzim, Eng.º Aires Henrique Couto Pereira, em Junho de 2019, durante a celebração do Dia da Cidade e apanhando a população de surpresa, apresentou o projecto da “Póvoa Arena” e a intenção de demolir a histórica Praça.



No dia 9 de Março de 2020, foram entregues ao Presidente da Assembleia Municipal da Póvoa de Varzim 12. 272 (doze mil duzentas e setenta e duas) ASSINATURAS, recolhidas em petição pública, CONTRA A DEMOLIÇÃO da Monumental Praça de Touros da Póvoa de Varzim.


2. NÃO É UM INVESTIMENTO PRIORITÁRIO PARA O CONCELHO

Para além de não ser a vontade de milhares de pessoas a destruição da Monumental Praça de Touros (a petição confirma), também não consideramos que a construção da “Póvoa Arena” seja um investimento prioritário para o concelho. Não concordamos que se gaste MILHÕES DE EUROS, quando ainda há muito por fazer a nível de melhorias nas Escolas, Saneamento, Transportes, Combate à Pobreza e Exclusão Social, Acessibilidades e Cultura. Em apenas 3 meses após a apresentação do projecto, o custo inicial orçamentado para a "Póvoa Arena" passou de 7 milhões para 9,5 milhões - onde vai parar?!

Novamente, as Freguesias são esquecidas! Na Póvoa de Varzim já existe uma grande sala de espectáculos - o Cine-Teatro Garrett, no centro da cidade, que sofreu avultadas obras de recuperação e reaberto em 2014 -, por isso perguntamos: faz algum sentido gastar tantos milhões de euros para construir uma segunda casa de espectáculos na cidade? Não!

Durante décadas a Monumental Praça de Touros foi utilizado para os mais diversos concertos e espectáculos, atraindo milhares de pessoas para a emblemática Praça. Por isso, entendemos que devem ser realizadas obras de requalificação e modernização, assegurando o conforto e a segurança de quem assiste, tal como é habitual fazer-se nos equipamentos desportivos e culturais do município.


3. TURISMO EQUESTRE

Uma oferta turística diferenciadora para a Região Norte de Portugal

A Monumental Praça de Touros da Póvoa de Varzim deve manter a sua vocação original e melhorar as condições de modo a permitir, entre outros, ESPECTÁCULOS E COMPETIÇÕES NACIONAIS E INTERNACIONAIS EQUESTRES.

O concelho da Póvoa de Varzim, com grande tradição de Escolas de Equitação, Criação e gosto pelo cavalo, apresenta condições únicas para o desenvolvimento do Turismo Equestre de qualidade, podendo beneficiar do número significativo de eventos internacionais que se realizam em todo o país. O projecto "Póvoa Arena" elimina, por completo, um conjunto de oportunidades existentes.

Dizemos NÃO à Demolição da Monumental Praça de Touros da Póvoa de Varzim!

HAJA RESPEITO
HAJA BOM SENSO
HAJA VISÃO


Para assinar basta carregar AQUI