Temporada 2018: Forcados em análise



São a expressão mais portuguesa desta Festa dos Toiros e aquela que mais garantias de continuidade apresenta, já que todos os anos aparecem novos jovens nos treinos, se não até novos grupos, sendo que nem sempre, quantidade é sinónimo de qualidade.

Aos Forcados Amadores se deve muitas vezes, e face à pasmaceira que são algumas actuações, o momento mais vibrante de um espectáculo taurino, pela emoção, pela dureza, pelo valor que as pegas transmitem.

Algumas formações lograram uma risonha temporada, destacando-se com galhardia em vários desafios e mantendo a linha de rigor que sempre caracterizará o verdadeiro moço de forcado.

A união e o valor que quase faz deles uma “fortificação” tornou destaque em 2018, os Amadores de Vila Franca, com algumas das melhores pegas da Temporada a serem concretizadas por elementos desta fardação. Ricardo Castelo, que em Outubro deixou o comando do Grupo, assim como o novo cabo Vasco Pereira, Márcio Francisco, Francisco Faria, são nomes que fizeram grande a Temporada 2018.

Também o Grupo de Forcados Amadores de Montemor teve uma temporada completíssima, com resultados muito satisfatórios, sendo um dos grupos mais eficientes em todos os sectores da formação. Entre todos os valorosos de Montemor, destacamos as grandes pegas que vimos ao cabo António Vacas de Carvalho, Francisco Borges, Manuel Ramalho, Francisco Bissaia Barreto e Manuel da Câmara.

Mas se há Grupo que em 2018 ombreou ao nível de qualquer outro de maior antiguidade, e certamente digno de lugar o pódio, foi o dos Amadores de Coruche, que juntou na temporada transacta, quantidade e qualidade às suas prestações. António Tomás, o cabo José Macedo Tomás, Fábio Casinhas e o valoroso João Ferreira, são nomes a reter.

Também os Grupos de Santarém, Évora, Lisboa, Monsaraz, São Manços, Amadores e Aposento da Moita mantêm bons créditos, com grandes desempenhos em 2018, e merecem um destaque como grupos triunfadores na época taurina que agora findou.

Partilhar no Google Plus

Sobre NATURALES

NATURALES, CORREIO DA TAUROMAQUIA IBÉRICA é um site independente de informação, análise, divulgação e crítica. Existe desde 25 de Julho de 2001, o que faz do NATURALES actualmente, a mais antiga publicação de toiros portuguesa na Internet.
    Blogger Comentários
    Facebook Comentários