Triunfar no Toureio a Pé em Portugal compensa?!


Muito se falou, há uma ou duas temporadas atrás, de que o Toureio a Pé em Portugal tinha renascido, que tínhamos novo ídolo das arenas, que os empresários apostavam de novo nos festejos mistos...

Pois, talvez...

Mas a realidade tem sido outra. Salvo um punhado de aficionados crentes, das escolas de toureio e dos festejos com tradição, o toureio a pé continua a ser esquecido.

Que o digam os nossos jovens matadores de toiros, como por exemplo Nuno Casquinha, António João Ferreira, Manuel Dias Gomes, que pouco ou nada, se vêem anunciados esta temporada em Portugal.

Foi aliás Manuel Dias Gomes, aquele que menos tempo tem de alternativa, quem desabafou recentemente nas redes sociais, o facto dos triunfos nas arenas - e recordemos o do ano passado por exemplo no Campo Pequeno (ou já este ano os de Mourão, Sobral e Cartaxo) - que de nada lhe têm valido quando toca a ver-se anunciado novamente.

"Semanas intensas de tentaderos nas ganadarias portuguesas Brito Paes, Telles Branco, Veiga Teixeira, Varela Crujo e Ascensão Vaz. Dias de vivências, de aprendizagem, de evolução, entre outras. Ainda que os triunfos da temporada passada no meus País não estejam a ser retribuídos em corridas, a ambição, a paciência e o querer estão cada vez mais assentes no meu dia a dia.".

Valha-nos a sua paciência, e a nossa, para crer que as oportunidades merecidas hão-de surgir para todos.




Fotografia: MDG@Facebook
Partilhar no Google Plus

Sobre NATURALES

NATURALES, CORREIO DA TAUROMAQUIA IBÉRICA é um site independente de informação, análise, divulgação e crítica. Existe desde 25 de Julho de 2001, o que faz do NATURALES actualmente, a mais antiga publicação de toiros portuguesa na Internet.
    Blogger Comentários
    Facebook Comentários