Luís Rouxinol Jr.: "Nem o Francisco nem os 'Palhas' são “pêras doces” mas tenho de me preocupar é com o meu trabalho"


No próximo domingo, dia 27 de MaioCoruche recebe uma Corrida de Toiros integrada na FICOR 2018, que está a suscitar grande interesse pelo facto de juntar em praça, 2 dos mais destacados jovens cavaleiros e nos quais mais esperanças se depositam, e que irão lidar toiros da ganadaria PALHA.

A uma semana do confronto, colocámos precisamente as mesmas perguntas a FRANCISCO PALHA e a LUÍS ROUXINOL JR. sobre a corrida, e ambos responderam de forma firme mas esquivando-se a considerarem que o "mano-a-mano" possa ser visto como um duelo. 

Da nossa parte, esperamos que tanto um como o outro levem a competição a sério, pois é disso que muitas vezes também carece a nossa Festa.

Hoje, ficamos a conhecer as respostas do 'mais novo' de alternativa, Luís Rouxinol Jr..


****************************************************************************

LUÍS ROUXINOL JR.



NATURALES: Qual o significado da corrida do próximo dia 27 de Maio em Coruche?
LUÍS ROUXINOL Jr.: Principalmente uma grande responsabilidade pela a aposta que a empresa está a fazer neste cartel. É o reconhecimento do meu triunfo e do Francisco na passada corrida de Setembro e é motivante ver repetir quem triunfa. Fiquei bastante feliz por este cartel se realizar, penso que este “mano a mano “ marca a temporada, tem atractivos mais do que suficientes para atrair muito público.Um cartel diferente, com muito interesse e quero desde já dar os meus parabéns à empresa por esta corrida.

NATURALES: Com que ‘armas’ conta para essa corrida?
LUÍS ROUXINOL Jr.: As “armas” estão todas disponíveis. Vou levar os cavalos em que tenho mais confiança, como o Aquiles, o Átila, Cajú, Gabirú, Galho, Antoñete e Domínguin. Penso que estão todos num bom momento, mas contarei principalmente com o Amoroso, o Douro e novo membro, o Girassol, que esteve muito bem na corrida em Beja e no Sobral. Arrancaram todos da melhor maneira esta temporada, graças a Deus. E só espero, que tanto eu como os meus “companheiros”, estejamos inspirados nessa tarde tão importante.

NATURALES: Considera que este “duelo” entre o Francisco e o Luís pode servir como um tira-teimas do que foi a corrida em Setembro do ano passado, também em Coruche, e onde a competição entre ambos foi renhida e muito se falou de quem devia ter ganhado o prémio de melhor lide?
LUÍS ROUXINOL Jr.: Não, de maneira alguma. O Francisco é um toureiro que admiro, um toureiro que gosto de ver tourear, arrima-se e hoje em dia, só tem de ser dessa maneira. Nessa corrida em Setembro, felizmente triunfámos os dois. Ganhei eu, como poderia ter ganho ele. Penso que era justo para qualquer um dos dois. O júri decidiu-me entregar a mim o prémio e o público concordou. Fiquei feliz com a minha lide nesse dia e creio que o Francisco ficou feliz com a dele. Esse é o maior prémio que podemos ter, sentirmos-nos bem com a nossa prestação. Esta corrida é importante sem dúvida mas não nenhum tira-teimas. Só espero que os toiros saiam bem para que possamos os dois triunfar.

NATURALES: Como descreveria o seu alternante enquanto cavaleiro?
LUÍS ROUXINOL Jr.: O Francisco para mim é um dos cavaleiros da nova geração com mais mérito. É trabalhador, é ele que mete os seus próprios cavalos e pratica um toureio com que eu me identifico. Admiro-o! Pratica um toureio sério, arrisca, tem Tauromaquia para qualquer tipo de toiro. Já esteve presente em todas as praças importantes, quer no nosso país quer em Espanha, e se esteve lá é porque tem valor e mérito.

NATURALES: O que lhe tira mais o sono para essa tarde: os Palhas ou o Francisco Palha?
LUÍS ROUXINOL Jr.: Sinceramente, e graças a Deus, consigo dormir bem antes das corridas. São estas corridas importantes que me motivam e me deixam com muitas ganas! Sei que nem o Francisco nem os 'Palhas' são “pêras doces” mas tenho de me preocupar é com o meu trabalho. Fazer o que houver para fazer bem feito e sei que estes toiros exigem muito. É um grande desafio e darei tudo por tudo para triunfar nessa tarde tão importante. 


Partilhar no Google Plus

Sobre NATURALES

NATURALES, CORREIO DA TAUROMAQUIA IBÉRICA é um site independente de informação, análise, divulgação e crítica. Existe desde 25 de Julho de 2001, o que faz do NATURALES actualmente, a mais antiga publicação de toiros portuguesa na Internet.
    Blogger Comentários
    Facebook Comentários