As confissões para o duelo "Jacobo 'vs' Parreirita" desta noite


Encararam o desafio como sendo o último, e dele, saíram com a glória que identifica os vencedores, mas sobretudo os lutadores.

O Campo Pequeno foi o palco, mas o peso que impunha a praça não atemorizou nenhum.

Agigantaram-se, deixaram transparecer os sentimentos e a sua única e mais pura faceta. 

Jacobo Botero e Parreirita Cigano (na noite da sua alternativa), triunfaram e lograram 'mexer' com o meio, valendo-lhe hoje, noite de corrida mista no Campo Pequeno, a oportunidade de voltar a jogar a carreira, os contratos, um passo mais para a consolidação.

O NATURALES colocou três questões a cada um, como de mano-a-mano se tratasse, e quis saber as reações após o triunfo do dia 29 de junho, e a ambição para a corrida desta noite, na qual se espera competição e vontade de sobressair, pelo bem de ambos, e pela festa.

JACOBO BOTERO


"Nunca conseguirei entrar numa Praça de Toiros sem deixar tudo o que tenho na arena!"

NATURALES: A noite de quinta-feira passada catapultou a carreira de ambos, mais que não seja a nível contratual.
Como é que foi sentida essa noite de triunfo no Campo Pequeno?

Jacobo Botero: Foi uma alegria e satisfação enorme, mas tenho também a perfeita noção da responsabilidade que é triunfar na catedral do toureio a cavalo, e isso aumenta muito o nosso compromisso de dar sempre tudo.

N: A moral estará certamente em alta, e vão estar dois jovens cavaleiros a competir e dar tudo em praça. Vai querer levar a melhor ou o jogo vai ser a 'feijões'?

JB: Tenho todo o respeito pelos meus colegas, mas nunca conseguirei entrar numa Praça de Toiros sem deixar tudo o que tenho na arena. Esta é a realidade, e assim é que tem de ser para haver emoção...

N: Quem podem esperar os aficionados para a corrida desta quinta-feira?
Uma mensagem para a afición...

JB: O que esperam os aficionados é também aquilo que eu mais desejo, que seja uma bonita e agradável noite de toiros e que Deus reparta a sorte por todos, para que se dê a esta afición maravilhosa uma grande espectáculo. 



PARREIRITA CIGANO
"A moral está em alta... Vou levar o meu toureio e o momento o dirá!"

NATURALES: A noite de quinta-feira passada catapultou a carreira de ambos, mais que não seja a nível contratual.
Como é que foi sentida essa noite de triunfo no Campo Pequeno?

Parreirita Cigano: A quinta-feira passada foi muito especial, em tudo!
Os cavalos estiveram bem, senti-me bem com o meu toureio, o público acarinhou-me de uma maneira que não há explicação... Só vivendo! A alternativa perfeita, foi mesmo muito especial.
Sei que foi mais um degrau que subi neste caminho, e que é certo que poderá abrir novas portas...

N: A moral estará certamente em alta, e vão estar dois jovens cavaleiros a competir e dar tudo em praça. Vai querer levar a melhor ou o jogo vai ser a 'feijões'?

PC: Sim, a moral está em alta, mas há sempre mais trabalho a fazer. Agora mais responsabilidade, para que tudo corra bem. Vou levar o meu toureio e o momento o dirá!

N: Quem podem esperar os aficionados para a corrida desta quinta-feira?
Uma mensagem para a afición...

PC: Arte, verdade, sentimento e agradecimento por esta nova oportunidade.
Obrigado a todos os aficionados, obrigado do fundo do coração!





Fotografias: Pedro Batalha
@NATURALES
Partilhar no Google Plus

Sobre NATURALES

NATURALES, CORREIO DA TAUROMAQUIA IBÉRICA é um site independente de informação, análise, divulgação e crítica. Existe desde 25 de Julho de 2001, o que faz do NATURALES actualmente, a mais antiga publicação de toiros portuguesa na Internet.
    Blogger Comentários
    Facebook Comentários