Amanhã: Um grande desafio para Luís Rouxinol


Luís Rouxinol terá na noite de amanhã, 1 de Julho, na Praça de Toiros do Montijo, o desafio de lidar em solitário seis toiros de diferentes ganadarias, e que estarão a concurso pelos prémios Apresentação e Bravura. 

A ocasião prende-se com a comemoração dos seus 30 anos de alternativa, tendo o cavaleiro eleito para esse festejo reses das ganadarias de Fernandes de Castro, Herds. António Silva, Eng. Jorge de Carvalho, Mário e Herds. Manuel Vinhas, Murteira Grave e Eng. Luís Rocha.

Pegam os toiros os Forcados da T. T. do Montijo e os Amadores do Montijo, que disputam prémio de melhor pega.

A propósito dos 30 anos de alternativa que Rouxinol comemora este ano, o NATURALES conversou no início do mês com o cavaleiro, numa entrevista já aqui publicada, e da qual recordamos um excerto onde o toureiro se refere à corrida que amanhã terá lugar:


NATURALES: E por falar em ganadarias, no próximo dia 1 de Julho vai acontecer uma corrida muito importante para si. O Luís vai lidar sozinho, seis toiros de diferentes ganadarias, na praça da sua terra no Montijo. Muitos dos seus colegas preferem o toiro cómodo, o Luís arriscou na escolha que fez das seis ganadarias para a encerrona. Porquê estas em concreto?
Luís Rouxinol: Qualquer uma delas são ganadarias com as quais já alcancei triunfos. São toiros de ganadarias que transmitem, animais que andam e que podem chegar ao público permitindo praticar o meu tipo de toureio. De facto existem aqueles cómodos mas também para esses é necessário praticar uma tauromaquia adequada... Cá em Portugal, não é qualquer cavaleiro que tem tauromaquia para esse tipo de toiro.

NATURALES: Em relação à sua encerrona, é importante para si que a mesma aconteça no Montijo e possa ter o apoio das pessoas da sua terra?
Luís Rouxinol: Sem dúvida! Uma corrida patrocinada pela Adega de Pegões, da minha terra, na praça da minha terra, com os grupos da minha terra... Conto ter muitas pessoas que irão lá estar para me apoiar e se Deus quiser as coisas vão correr bem.

NATURALES: Está habituado a tourear tanto mas confesse, essa tira-lhe o sono?
Luís Rouxinol: Por enquanto ainda não mas se calhar quando faltar ali uma semana… Pode não me tirar o sono por completo mas se calhar só vou começar a conseguir adormecer mais tarde do que o normal, a pensar como irão sair os toiros, que cavalos vou levar... Coisas normais que se pensam antes das corridas. Mas vai ser um desafio duro!

NATURALES: E a quadra está preparada para essa corrida de responsabilidade?
Luís Rouxinol: Tem que estar... Os cavalos têm andado bem. Penso levar catorze ou quinze cavalos. Tenho, como muitos cavaleiros, dois ou três que são estrelas da quadra e que fazem a diferença. E depois tenho os outros cavalos que me irão ajudar nessa corrida.


Leia a entrevista completa feita a Luís Rouxinol AQUI




Partilhar no Google Plus

Sobre NATURALES

NATURALES, CORREIO DA TAUROMAQUIA IBÉRICA é um site independente de informação, análise, divulgação e crítica. Existe desde 25 de Julho de 2001, o que faz do NATURALES actualmente, a mais antiga publicação de toiros portuguesa na Internet.
    Blogger Comentários
    Facebook Comentários