Empresa De Caras - Tauromaquia: "O nosso compromisso é com a verdade da Festa...tudo o resto é ruído!"


A empresa De Caras - Tauromaquia, Lda., nasceu de um sonho de dois aficionados coruchenses, Carlos Travassos e Alfredo Tomás, que há muito ambicionavam virem a ser empresários da Monumental do Sorraia.

No final de 2016, o seu sonho tornou-se realidade ao apresentarem a proposta vencedora à gestão dos destinos da praça de toiros da sua terra para o próximo triénio.

Estivemos à conversa com a empresa de Coruche que se estreará já no próximo dia 27 de Maio, com uma grandiosa Corrida Concurso de Ganadarias.

***************************************************************************************



"Temos muita vontade de fazer crescer o número de aficionados na nossa terra"

NATURALES: Pela terceira vez concorreram à exploração da Praça de Toiros de Coruche, e desta, foi de vez. Era um sonho do qual não podiam desistir?
DE CARAS: Desistir não faz parte do nosso vocabulário, por isso cá estamos... Conseguimos!

NATURALES: Costuma dizer-se que “santos da casa não fazem milagres”. Ao concorrerem à praça da vossa terra, pretendem contrariar essa ideia?
DE CARAS: Santos da casa não fazem milagres, é realmente um ditado popular antigo. No entanto, nós trabalharemos com afinco para fazermos o melhor pela nossa terra. Se será milagre ou não, só o futuro dirá.

NATURALES: Coruche é uma praça com importância no calendário taurino, principalmente com a data de Agosto. As corridas habitualmente montadas em Maio e em Setembro, têm sido mais limitadas de assistência, ainda que por vezes os cartéis agreguem motivos de interesse. Como pretendem inverter essa situação?
DE CARAS: Não descobrimos nenhuma fórmula mágica, apenas queremos dar emoção à festa com toiros de verdade criando preços acessíveis para todos. Nesta nossa primeira corrida iremos ter 2000 bilhetes a 10 euros, entrada a estudantes a 5 euros, bilhetes especiais para reformados para as primeiras filas e condições especiais para famílias. Queremos ter público na nossa praça, do mais novo ao mais velho.

NATURALES: Por falar nessa primeira corrida... Está anunciada para o dia 27 de Maio, será um Concurso de Ganadarias, onde actuarão os cavaleiros António Telles, Luís Rouxinol e Salgueiro da Costa, e os Forcados Amadores de Coruche e Alcochete. Juntam duas das mais importantes figuras do toureio a cavalo em Portugal, com um jovem que precisa de se reafirmar. É importante manter num cartel o atractivo dos consolidados com a esperança dos que podem ser o Futuro da Festa?
DE CARAS: Na nossa opinião é muito importante dar oportunidade aos que iniciam a sua carreira no mundo dos toiros. Todos quantos lutam pela bravura, pelo toiro de lide, pela nossa festa devem de aprender ao lado dos que tanto têm para ensinar. Assim tenham a capacidade de reconhecer e retribuir dando sempre o melhor de si à nossa festa.

NATURALES: Curiosamente, nesse mesmo dia anuncia-se uma corrida nocturna na Moita com duas figuras internacionais de peso. Acham que esta pode condicionar o vosso espectáculo? 
DE CARAS: Condiciona sempre, tanto esse espectáculo o nosso, como o nosso o deles. É expectante que os aficionados se dividam nesse dia. Mas curiosamente, nós fazemo-lo no dia em que sempre foi feito, ao contrário da outra corrida.

NATURALES: E que outros projectos têm em mente para esta temporada em Coruche?
DE CARAS: Para o dia 17 de Agosto, temos preparado uma extraordinária homenagem ao grande e saudoso Mestre David Ribeiro Teles. Para Setembro, vamos dar muita emoção à Festa. Será uma pequena grande surpresa para o verdadeiro aficionado amante do toiro.

NATURALES: Fala-se em falta de criatividade e de ideias por parte dos empresários, de compadrios e jogadas de bastidores na montagem de cartéis. Sendo a "De Caras - Tauromaquia" uma empresa formada por antigos forcados, crêem que isso vos garante alguma experiência no que diz respeito à maneira de lidar e encarar a Festa?
DE CARAS: Nós não temos afilhados, não somos jogadores de póker e não temos qualquer apoderamento. O nosso compromisso é com a verdade da Festa. Queremos ser genuínos, honestos e construtivos. Temos muita vontade de fazer crescer o número de aficionados na nossa terra e é isso que nos move. Tudo o resto, apesar de infelizmente existir, para nós é ruído.

NATURALES: Nas últimas temporadas ganhou-se maior interesse pelo toureio a pé em Portugal. É vossa intenção que o mesmo também seja incluído nos cartéis que irão montar em Coruche?
DE CARAS: A nossa escolha incide obviamente sobre o toureio a cavalo, arte que é nossa. Ver uma corrida a pé em Portugal é sempre um espectáculo incompleto apesar de toda a qualidade que se imponha no mesmo. Contudo não podemos descartar essa possibilidade se for essa a vontade do nosso público.

NATURALES: E no geral, como avaliam o estado da Festa actualmente?
DE CARAS: A Festa está recheada de pessoas capazes, competentes, de grande mais valia. Mas infelizmente também existem aqueles que não fazem falta nenhuma à Festa, que se servem sem servir. Esses tornam-se piores do que os anti-taurinos. A festa precisa de todos aqueles que gostam verdadeiramente da Festa Brava.

NATURALES: Se correr como esperamos e desejamos, com sucesso a vossa gestão em Coruche, poderemos futuramente ver a empresa “De Caras – Tauromaquia”, alargada a outros tauródromos? 
DE CARAS: O nosso pensamento e dedicação é a 200% com a Praça de Toiros de Coruche. Temos um enorme desafio pela frente e temos plena consciência de que não será uma tarefa fácil. Contudo não sabemos o que o destino nos reserva e não podemos nunca fechar essa porta, principalmente se vier embrulhada como espírito de missão. Se fosse em praças entregues àqueles que são piores que os anti-taurinos, talvez estivéssemos disponíveis...




Fotografias: D.R./Arquivo/NATURALES
Partilhar no Google Plus

Sobre NATURALES

NATURALES, CORREIO DA TAUROMAQUIA IBÉRICA é um site independente de informação, análise, divulgação e crítica. Existe desde 25 de Julho de 2001, o que faz do NATURALES actualmente, a mais antiga publicação de toiros portuguesa na Internet.
    Blogger Comentários
    Facebook Comentários