Olivença: Ferrera reaparece e sai em ombros com Juli

Olivença mantém o registo de anos anteriores: trazer as figuras, repetir ganadarias, aproveitar oportunidades. Do resto trata o público, que ávido de toureio, embalado por ser a primeira feira da temporada espanhola, facilmente cai no engodo do lenço branco que se abana, mesmo que tenha havido mais empenho de toureiro e do que raça ou qualidade do toiro. Ainda assim, na cartelaria pouco tem variado quer nos de luces quer nas divisas, ano após ano, tal como as casas, que se garantem sempre cheias, principalmente nas corridas de toiros.

Hoje, regressava às arenas Antonio Ferrera após 2 anos afastado por lesão. Por isso, foi brindado com forte ovação após o paseillo. Depois em ambos os toiros fez as delícias nas bandarilhas, manteve-se firme com a muleta, pondo mais de si do que os toiros na arena. Logrou o corte de uma orelha em cada toiro.

Juli dispôs-se no primeiro, prolongando uma faena que valeu um apêndice. Frente ao segundo do seu lote, teve mais matéria e mais disposição e cortou duas.

Talavante teve disposição e entrega mas não tiveram raça os toiros do seu lote. Cortou uma orelha no primeiro, e escutou silêncio no segundo frante ao qual abreviou actuação.

Lidaram-se reses de Garcigrande desiguais em apresentação e comportamento.

Imagem: aplausos.es

Em breve a reportagem fotográfica de Pedro Batalha.




Partilhar no Google Plus

Sobre NATURALES

NATURALES, CORREIO DA TAUROMAQUIA IBÉRICA é um site independente de informação, análise, divulgação e crítica. Existe desde 25 de Julho de 2001, o que faz do NATURALES actualmente, a mais antiga publicação de toiros portuguesa na Internet.
    Blogger Comentários
    Facebook Comentários