Festival Taurino nos Açores muda de beneficiário

No seguimento da publicação no Facebook da Liga Portuguesa Contra o Cancro, rejeitando qualquer ligação à Tauromaquia e ao facto de nos Açores se estar a organizar um Festival em benefício dessa instituição, vem agora a organização do festejo emitir o seguinte comunicado:



COMUNICADO - ESPECTÁCULO DE BENEFICÊNCIA CONTRA O CANCRO

No passado dia 3 de Maio estivemos todos reunidos na sede do Núcleo Regional da Liga Portuguesa Contra o Cancro, a fim de divulgar o Cartel que compunha o Festival de Beneficência anunciado para o próximo dia 29 de Maio.

Numa organização conjunta do referido NRLPCC, do Grupo de Forcados Amadores da TTT e da própria TTT, este festival pretendia não só comemorar os 50 anos do Núcleo, como conseguir verbas para ajudar a estóica luta contra uma doença que afecta, de forma transversal, toda a nossa sociedade.

Imbuídos deste espírito, todos os participantes actuariam de forma graciosa e todas as entidades envolvidas se prestavam a ajudar da forma que lhes era possível.

Infelizmente vivemos hoje numa época de intolerância e prepotência, na qual se confundem as convicções pessoais com os desígnios mais altos e altruístas de ajuda ao nosso semelhante.

Assim, foi com manifesta surpresa e incredulidade que tomámos conhecimento das declarações do Sr. Presidente da Direção Nacional da Liga Portuguesa Contra o Cancro, não apenas pela demarcação que impunha à Liga relativamente à organização do evento, mas sobretudo pela rejeição que aludia a uma manifestação cultural legal que tanto contribuiu já para esta instituição ao longo dos seus provectos 75 anos de idade. Pior foi a proibição que recaiu sobre o NRLPCC e as alusões à participação deste na referida organização, terminando com a surpreendente medida de rejeitar a aceitação de qualquer donativo proveniente da mesma.

Como o Sr. Presidente da Direção Nacional da LPCC não é dono da vontade do povo da Ilha Terceira em contribuir com o que de mais genuíno e representativo da sua essência como comunidade este tem para oferecer - a sua cultura - o espectáculo do dia 29 irá realizar-se, em tudo igual ao que foi anunciado, excepto o destinatário do donativo que, face à rejeição do Sr. Presidente da Direção Nacional da LPCC, será reconduzido para o Serviço Especializado de Epidemiologia e Biologia Molecular, pela investigação desenvolvida na área oncológica, que já agradeceu a iniciativa na pessoa do seu Director, o Sr. Dr. Jácome Armas.

Sendo esta uma causa que afecta directa ou indirectamente cada indivíduo da nossa sociedade, esperamos uma presença maciça de terceirenses, aficionados ou não, na Praça de Toiros Ilha Terceira no próximo dia 29 de Maio, de forma a podermos contribuir para, de forma positiva, combater este flagelo.

Por outro lado, será também uma forma de manifestar à LPCC, instituição que nos merece o mais profundo respeito pela luta que vem travando há 75 anos, que o povo da Ilha Terceira tem orgulho na sua cultura e que a porá, sempre que para tal for solicitado, ao serviço das causas sociais e do bem público, não confundindo a instituição em causa com a atitude do seu Presidente que abusivamente a utilizou para, em seu nome, difundir ideias e convicções pessoais, que se materializaram em actos de prepotência, pelos quais devia ser responsabilizado.

Gostaríamos de tornar público o nosso agradecimento e apoio ao Sr. Presidente do NRLPCC, Dr. Gonçalo Forjaz, pelo empenho e nobreza de carácter revelado em todo este processo.

Assim, como previsto, no dia 29 de Maio, pelas 18.30h, na Praça de Toiros Ilha Terceira, será realizado um festival taurino de beneficência a favor da investigação desenvolvida na área oncológica pelo Serviço Especializado de Epidemiologia e Biologia Molecular, onde actuarão de forma graciosa os cavaleiros tauromáquicos terceirenses, Tiago e João Pamplona, os matadores de toiros Javier Castaño, Júlio Benitez “El Cordobés”, António Nazaré e Manuel Dias Gomes que lidarão 6 novilhos das ganaderias locais de Rego Botelho e Casa Agrícola José Albino Fernandes, sendo as pegas asseguradas pelo Grupo de Forcados Amadores da Tertúlia Tauromáquica Terceirense.

A Organização
Partilhar no Google Plus

Sobre NATURALES

NATURALES, CORREIO DA TAUROMAQUIA IBÉRICA é um site independente de informação, análise, divulgação e crítica. Existe desde 25 de Julho de 2001, o que faz do NATURALES actualmente, a mais antiga publicação de toiros portuguesa na Internet.
    Blogger Comentários
    Facebook Comentários