Opinião - "Categoria: Aficionado Revelação"


Categoria: "Aficionado Revelação"

Agora que o ano de 2016 já se fez de convidado, que os primeiros cartéis da Temporada ganham nomes e datas, estamos de vez em contagem decrescente para que (re)comece tudo de novo.

A temporada de 2015 já lá vai, dela sobram-nos ainda algumas entregas de prémios aos aclamados triunfadores da época distribuídos pelas muitas categorias anunciadas, algumas inventadas à pressão para justificar amizades, pagamentos ou então, e apenas somente, ânsias de protagonismo.

Mas para a frente é que é caminho, e ainda que muitas vezes nos pareça difícil acreditar que tudo tende a melhorar, serve o defeso para nos renovar esperanças, para nos fazer crer que a Festa dos Toiros continua a subsistir do que se pratica na arena, e que apenas isso, o Toureio, move os interesses de quem na Festa fez 'aterragem'.

No entanto, é cada vez mais clara a necessidade de união entre os agentes da Festa, principalmente pela aparente (fragmentada) fragilidade política que nos governa, onde um poderá ir pela cabeça dos outros, e de entre os quais, um deles pelo menos, pensa por e pelos 'irracionais'. Mas essa união de que falo não se justifica com almoços e jantares, ócio e social, mas traduz-se sim em trabalho, em ideias inteligentes, cartéis bem montados, argumentos válidos e definidos por uma Festa dos Toiros com qualidade e não por interesses pessoais.

Felizmente existem sempre os que de facto têm essa visão, de um meio para além das futilidades e vulgaridades, e ainda que por vezes sejam esses os mais discretos, são eles os que vão mantendo em segurança este mundo que todos gostamos mas pouco defendemos como bem merece.

Agora, a poucas semanas que estamos de iniciar a nova temporada, faço desejo de que a mesma nos traga a seriedade e a exigência que as outras foram perdendo, faço votos de que seja de triunfos verdadeiros e praças cheias.

Faço figas para que 2016 seja um ano de aficionados ao Toureio, à arte e não de números e poses para fotografias de bancada, e possamos no seu final acrescentar uma categoria válida aquelas todas que por aí aparecem nos triunfadores de temporada: a do Aficionado Revelação.

Pois havendo uma afición com conhecimento e exigência nos tendidos, obrigará todos os agentes da Festa, de toureiros a empresários, passando até pela imprensa, a que se ponham finos no trato. Havendo gente com critério nas bancadas, exigindo que nos deem bons toiros, bom toureio, preços de bilheteira justos, cartéis com interesse, crónicas reais e não fantasiosas,... então essa exigência dos aficionados funcionará como 'selecção natural', e só se aguentarão os que realmente têm qualidade e verdade nas suas intenções.

Que nos revelemos pois, bons aficionados em 2016, e com isso ganhamos todos mas principalmente ganha a Festa dos Toiros.




Por: Patrícia Sardinha

Partilhar no Google Plus

Sobre NATURALES

NATURALES, CORREIO DA TAUROMAQUIA IBÉRICA é um site independente de informação, análise, divulgação e crítica. Existe desde 25 de Julho de 2001, o que faz do NATURALES actualmente, a mais antiga publicação de toiros portuguesa na Internet.
    Blogger Comentários
    Facebook Comentários