Triunfadores NATURALES 2015 - Cavaleiro de Alternativa

Terminada a Temporada Taurina, e com a intenção de distinguir os que mais se destacaram nas respectivas categorias, o NATURALES solicitou aos seus colaboradores que indicassem um nome para cada ofício, e assim, de modo democrático, chegarmos aos que sobressaíram este ano no nosso país.

A nossa avaliação teve em conta actuações de portugueses e estrangeiros esta temporada em Portugal.

CAVALEIRO DE ALTERNATIVA
LUÍS ROUXINOL 

Exigente consigo próprio, é rara a vez que defrauda o público, levando muito a peito as palavras entrega e competição. Para Luís Rouxinol, quantidade é também sinónimo de regularidade e qualidade o que faz toda a diferença relativamente a outros artistas ‘triunfadores’.
Não tendo sido das suas temporadas mais redondas, ainda assim, Luís Rouxinol continuou a marcar o passo a todos os outros. Os triunfos sonoros que obteve a ele próprio os deve, pois dá o máximo em cada praça, não ficando à espera de se destacar apenas pelos 'desaires' dos outros. Em 2015, Rouxinol nem teve a vida facilitada, leia-se oponentes fáceis, muito pelo contrário. Precede-o a fama de tourear de tudo, e esse de tudo fez com que este ano lhe tocassem muitas vezes os piores do curro. Mas até para esses encontrou argumentos mais que válidos, como aconteceu na Corrida dos Maestros no Campo Pequeno em Lisboa ou na corrida em que participou pela Feira de Alcochete. Para além destas actuações, destacar ainda os triunfos em Setúbal, Figueira da Foz, outra no Campo Pequeno, Caldas da Rainha, Redondo e Évora onde foram evidentes a superioridade e as capacidades deste toureiro.

Os outros... 
No que aos cavaleiros de alternativa diz respeito, houve demasiado mais do mesmo e de coisa nenhuma, com salpicos de triunfos isolados por uns e por outros. Ainda assim, três jovens há a destacar pela regularidade que mantiveram. João Moura Jr., a quem também não ficava mal a palavra triunfador e cuja maturidade que ganhou na temporada passada se acentuou este ano. Está seguramente na linha da frente com um toureio consistente e regular. Também João Telles Jr. deu nas vistas esta temporada com alguns triunfos importantes. E esta dupla tem tudo para funcionar em 2016, assim eles entendam que quando frente-a-frente, é para de facto se competir. Marcos Tenório ganhou alento pelo meio da temporada e marcou pontos a seu favor, principalmente pelo bom toureio que lhe permite o Amoroso. Três jovens que prometem muito para 2016 e os mais velhos que se cuidem...
Partilhar no Google Plus

Sobre NATURALES

NATURALES, CORREIO DA TAUROMAQUIA IBÉRICA é um site independente de informação, análise, divulgação e crítica. Existe desde 25 de Julho de 2001, o que faz do NATURALES actualmente, a mais antiga publicação de toiros portuguesa na Internet.
    Blogger Comentários
    Facebook Comentários